quinta-feira, 2 de junho de 2011

Historia do aparelho de som

O aparelho de som, usado para reproduzir gravações de áudio, surgiu em 1877 com o fonógrafo que usava os cilindros de cera, inventado por Thomas Edison. Mas somente 16 anos depois é que Emile Berliner desenvolveu um sistema que permitiu a reprodução infinita de discos, feitos num formato já plano, industrializando o gramofone – aquele de corneta e agulha pesada.

Gravar peças musicais e outros tipos de sons usando esse processo durou até os anos 50, quando surgiu o LP (Long Play), também conhecido como disco de vinil. O antigo gramofone, usado pela família inteira, virou a querida vitrola que os jovens mantinham no quarto. Com os novos meios de reprodução de áudio, desenvolvidos posteriormente, o toca-discos, como passou a ser conhecido, passou a suportar várias outras mídias. Nos anos 70, já haviam os 2 em 1, com rádio AM/FM e toca-discos, enquanto o 3 em 1 surgiu na década seguinte, disponibilizando suporte para a fita cassete - o toca-fitas.
Nos anos seguintes, o disco entrou em decadência com o advento do CD e o 3 em 1 passou a ter leitor de CD no lugar do toca-discos. Um aparelho de som atual possui fontes para o áudio, que convertem as informações da mídia em sinal analógico, amplificador, que dão maior amplitude a esse sinal, caixas de som, que transformam a energia do sinal elétrico em som, e os cabos, que ligam o amplificador às caixas ou interligam os componentes. Nos mini-systems e micro-systems, à exceção dos cabos, os componentes encontram-se embutidos no aparelho.
Alguns dos fabricantes mais populares foram a Gradiente, JVC, LG, Philips, Sanyo, CCE, Philco e Sony. Junto com a televisão, um aparelho de som era um item essencial dentro de casa e ocupava um lugar de destaque na sala. Outros, menores, iam para os quartos ou para a cozinha e até mesmo para o banheiro. Atualmente, aparelhos de som caseiros com componentes separados, daqueles com caixas de som enormes, já são modelos retrô. Com as novas tecnologias, como leitores de MP3, muitas dessas marcas passaram a produzir somente aparelhos multi-system ou automotivos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário